Vereador é detido por porte ilegal de arma após o filho ser baleado

Uma confusão envolvendo um dos filhos do vereador Paulo Sérgio Conceição (SDD), de Paraty, terminou com a detenção do próprio parlamentar por porte ilegal de arma de fogo. A história foi na noite deste domingo, 25, quando o filho de Paulo e um outro rapaz foram baleados numa troca de tiros no bairro Mangueira. As circunstâncias do atentado ao rapaz ainda não foram esclarecidas pela Polícia.

Segundo relato da Polícia Militar, o filho do vereador, de 17 anos, deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade por volta das 23h baleado por arma de fogo. O incidente teria sido na Mangueira, onde são comuns os registros de tiroteios e de disputas entre facções criminosas rivais. Sabendo do ocorrido, o pai do jovem foi até a UPA acompanhado de outro filho, de 15 anos, para saber o estado de saúde do menor. Na correria, Paulo Sérgio deixou seu carro aberto e com os faróis acesos. A PM foi alertada pelo próprio filho do vereador sobre a situação do carro. O policial foi até o veículo e acabou encontrando no assoalho uma pistola calibre. 380, modelo 58p, da marca Taurus. Paulo Sérgio foi detido em seguida por porte ilegal de arma de fogo e teve de comparecer à 167ª DP (Paraty), onde foi lavrado Boletim de Ocorrência com a narrativa do fato.

Segundo a PM, o vereador teria dito ser o proprietário da arma que estava no carro. Ele foi autuado e liberado após pagar uma fiança. A Polícia também vai investigar os motivos de o rapaz ter sido baleado. No mesmo incidente, o outro jovem baleado morreu após dar entrada na emergência da UPA, já o filho do vereador teve alta na madrugada desta segunda-feira, 26.

Siga-nos no Facebook

GOSTOU DESTE TEXTO?

Assine o jornal Tribuna Livre e receba em casa a nossa edição impressa. Clique aqui e saiba como.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *