Paraty se candidata a inclusão na lista de Cidades Criativas da Unesco

O município de Paraty apresentou no sábado, 7, o dossiê em defesa de sua candidatura à inclusão na Rede de Cidades Criativas da Unesco no quesito da gastronomia. O município no Sul Fluminense já está entre as cidades finalistas da escolha.

Paraty candidatou-se a fazer parte da seleção após obter o apoio da secretaria de Estado da Cultura do Rio e também da Comissão Nacional Brasileira para a Unesco. Em junho deste ano, a secretaria municipal de Cultura enviou o formulário de inscrição e os demais documentos necessários para a seleção. Esta documentação foi aprovada e a candidatura será submetida agora à Comissão de Avaliação da Unesco, a organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. A resposta final da seleção está prevista para este mês de outubro mesmo.

Paraty apresentou sua candidatura a integrar a Rede de Cidades Criativas na área da gastronomia tanto por sua importância na cultura e história da cidade quanto pelo desenvolvimento consistente e continua-do que pode ser constatado nessa área nos últimos 15 anos. A cidade tem uma vasta rede de restaurantes e gastronomia de alto padrão, além de iguarias da culinária caiçara.

Apenas um de seus produtos mais famosos, a cachaça, chegou a ter mais de 150 alambiques fabricantes no período de maior prosperidade da cidade no século XIX. Outra receita importante, a farofa de feijão, foi um alimento essencial dos tropeiros que percorriam o Caminho do Ouro (entre Minas Gerais e o Rio de Janeiro) e ainda hoje é a iguaria mais singular do tradicional almoço da Festa do Divino, que já é Patrimônio Cultural Nacional. Esses e outros pratos e sabores já atestam a importância da gastronomia em Paraty, fruto de uma combinação secular de influências indígenas, portuguesas e africanas.

A apresentação da candidatura de Paraty foi coordenada pela secretaria de Cultura em articulação com a secretaria de Estado da Cultura e com os representantes da gastronomia local, inclusive empresários do Polo Gastronômico e do Convention Bureau. Cerca de 50 representantes dos setores público, privado e do terceiro setor participaram do levantamento de informações para a produção do material necessário para a candidatura, incluindo o dossiê que será apresentado.

Foto: Reprodução/Site Paraty Cultural

Siga-nos no Facebook

Publicado antes na edição 194 do jornal Tribuna Livre.

GOSTOU DESTE TEXTO?

Assine o jornal Tribuna Livre e receba em casa a nossa edição impressa. Clique aqui e saiba como.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *