Paraty entra na lista de Cidades Criativas das Nações Unidas

A Unesco, organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura confirmou nesta terça-feira, 31, a inclusão de Paraty na Rede de Cidades Criativas do mundo, no queisto da gastronomia. No Brasil, apenas Paraty foi escolhida neste quesito. 180 cidades de todo o mundo estão na lista geral. Brasília e João Pessoa (PB) foram as outras cidades brasileiras incluídas nos quesitos ‘Design’ e ‘Artesanato’.

A escolha da Unesco premia o esforço de dezenas de pessoas que há mais de um ano trabalharam na candidatura sob a coordenação da secretaria de Cultura. Em junho, a secretaria havia enviado o formulário de inscrição e os documentos necessários para a seleção.

A secretária de Cultura de Paraty, Cristina Maseda, comemorou muito o resultado.

— Essa escolha coloca Paraty na rede internacional de cidades criativas e vai estimular o setor gastronômico, do produtor até a mesa, com incremento na geração de emprego e renda na cidade — avaliou Maseda.

Turismo — A escolha também tem, claro, repercussões positivas para o turismo da Cidade Histórica. No anúncio desta terça-feira, a Unesco colocou outras 61 cidades na lista além das brasileiras, por vários critérios. No quesito ‘Música’, por exemplo, entraram Ama-rante (Portugal) e Chennai (Índia). Em ‘Artesanato e arte popular’ foram escolhidas Gabrovo (Bulgária) e Sokodé (Togo), entre muitas outras. Estas cidades tendem a aumentar intercâmbio de informações e até mesmo de turismo. Além de Paraty, a ‘Gastronomia’ deu o título à Cidade do Panamá, Cochabamba (Bolívia) e San Antonio (EUA).

História — Paraty apresentou sua candidatura a integrar a Rede de Cidades Criativas na área da gastronomia tanto por sua importância na cultura e história da cidade quanto pelo desenvolvimento consistente e continua-do que pode ser constatado nessa área nos últimos 15 anos. A cidade tem uma vasta rede de restaurantes e gastronomia de alto padrão, além de iguarias da culinária caiçara.

A apresentação da candidatura de Paraty teve apoio dos representantes da gastronomia local, inclusive empresários do Polo Gastronômico e do Convention Bureau. Cerca de 50 representantes dos setores público, privado e do terceiro setor participaram do levantamento de informações para a produção do material necessário para a candidatura, incluindo o dossiê vencedor.

Para saber mais acesse https://en.unesco.org/creative-cities/events/64-cities-join-unesco-creative-cities-network

Siga-nos no Facebook

GOSTOU DESTE TEXTO?

Assine o jornal Tribuna Livre e receba em casa a nossa edição impressa. Clique aqui e saiba como.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *