Fakenews mira prefeitura de Paraty e o ex-secretário de Governo de Angra

Um vídeo postado em grupos de mensagens instantâneas e redes sociais esta semana envolvendo o ex-secretário de Governo de Angra dos Reis, Veníssius Barbosa, é o mais novo episódio de fakenews na região. Na verdade, as fakenews (equivalente a notícias falsas), tornaram-se comuns como estratégias políticas para tentar desacreditar um adversário ou, pior, divulgar uma mentira. No caso de Veníssius, a ‘acusação’ era a de que ele havia sido destratado e xingado numa reunião comunitária da qual também participou o deputado estadual André Corrêa (DEM), o autor dos xingamentos. Era mentira. A reunião existiu, de fato, no domingo, 6, em Teresópolis, mas não era Veníssius nas imagens. O próprio André Corrêa, em vídeo divulgado dias após o incidente, esclareceu o episódio que nada tinha a ver com o ex-secretário de Governo de Angra e sim com um radialista da cidade serrana.

— Houve um excesso de minha parte e peço desculpas. Esse radialista colocou pânico na população e sistematicamente atacando o meu nome e a minha honra. Por isso eu estourei, infelizmente. Quem me conhece sabe que eu não tenho esse comportamento — esclareceu Corrêa.

Teresópolis terá eleições para prefeito no próximo dia 3 de junho depois da cassação do ex-prefeito Mário Tricano (PP) que já havia disputado as eleições em 2016 amparado por uma liminar da Justiça. A reunião de que Corrêa participou e na qual atacou o radialista foi exatamente em razão da campanha eleitoral na cidade. Portanto, nenhuma ligação com Angra dos Reis. Também nas redes sociais, o ex-secretário angrense, Veníssius Barbosa, lamentou o episódio, atribuído por ele a adversários políticos.

— Pessoas mal informadas ou de má fé usaram esta imagem tentando fazer crer que seria eu. Só posso atribuir esta mentira a pessoas que desejam me atingir de algum modo ou me prejudicar. Jamais fui desrespeitado em nenhum encontro com moradores de Angra ou fora da cidade. O povo de Angra me conhece e sempre me respeitou — afirmou Veníssius, que é pré-candidato a deputado federal pelo PRP.

Lava-Jato — Em Paraty, a semana também teve fakenews depois que uma operação da Polícia Federal (PF) vinculada à operação Lava-Jato prendeu um homem na cidade. Rodrigo Zambrotti Pinaud é um ex-executivo da Petrobras que trabalhou durante seis meses na prefeitura de Paraty. Foi o suficiente para que os adversários do prefeito paratiense, Casé Miranda (MDB), veiculassem a falsa notícia de que os crimes investigados pela PF tinham ligação com a cidade. Era mentira. A própria prefeitura esclareceu o caso no mesmo dia com a nota a seguir:

A prefeitura de Paraty informa que Rodrigo Zambrotti Pinaud trabalhou como diretor de meio ambiente do município entre 11 de fevereiro de 2014 e 1º de agosto de 2014. A sua nomeação para o cargo baseou-se em critério técnico e não havia, na ocasião, qualquer fato que desabonasse o seu nome. A prefeitura informa ainda que a operação policial em curso não tem nenhuma relação com a municipalidade ou com a atuação de Pinaud no cargo de diretor de meio ambiente, no período anteriormente citado.

A veiculação de notícias falsas em Angra dos Reis não é novidade. Tem sido usadas como estratégia eleitoral por blogueiros, personagens nas redes sociais e falsos jornalistas. Até mesmo meios de comunicação do município já recorreram ao expediente em períodos eleitorais nos anos 2016 e 2012. O Tribuna Livre preza pela sua credibilidade. Por isso checamos as informações com rigor antes de publicar e de forma nenhuma veiculamos notícias falsas. Para o Tribuna Livre, a verdade é a matéria-prima principal do jornalismo. Não acredite em tudo o que lê na Internet. Não acredite em fakenews.

Siga-nos no Facebook

GOSTOU DESTE TEXTO?

Assine o jornal Tribuna Livre e receba em casa a nossa edição impressa. Clique aqui e saiba como.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *