Casé reduz o valor das tarifas de água na cidade de Paraty

Após mais de seis meses de muita reclamação e cobranças, o prefeito de Paraty, Casé Miranda (PMDB), decidiu revogar a correção no valor das tarifas de água, que havia sido concedida em dezembro do ano passado. Na prática isso representará uma economia de 12% nas contas de mais de 10 mil contribuintes atendidos hoje pela concessionária Águas de Paraty, que cuida da distribuição de água e do esgoto.

Casé fez o anúncio por meio de uma rede social, após um encontro com o vice-prefeito Luciano Vidal (PMDB), vereadores e o presidente da Câmara Municipal, Santos Coquinho (PHS). Mesmo assim, defendeu o investimento e a parceria com a atual concessionária, que começou em 2014.

— Quando assumimos há quatro anos, nós tínhamos um grande problema com a água. A cidade toda sabe. Fizemos então a parceria pública de saneamento, com vários parceiros e avançamos muito. A adutora do Corisco, por exemplo, dobrou a oferta de água e hoje a gente já não tem mais a falta d’água que era frequente nos feriados e durante a alta temporada — lembrou Casé.

Em fevereiro deste ano, o Tribuna Livre mostrou que o início das cobranças pela água pelo real consumo e não mais ‘por estimativa’ aumentou muito o valor das contas. Os consumidores alegaram então que as tarifas estavam altas demais, além de questionarem outros itens do contrato de concessão. Duas audiências públicas e um encontro na Câmara de vereadores discutiram o assunto. Casé disse que as reclamações foram ouvidas pela prefeitura.

— Diante de tantos questionamentos da população é que decidi assinar o decreto que retroage as tarifas aos valores de 2016 — disse ele.

Foi mantida, porém, a cobrança pelo consumo e a recomendação de instalação de hidrômetros. Procurada pelo Tribuna Livre para comentar a decisão, a Águas de Paraty não quis se pronunciar.

Nova agência fiscalizará a concessão

Além de reduzir o valor da tarifa, o prefeito Casé anunciou também a criação de uma agência reguladora municipal que fiscalizará o contrato da prefeitura com a Águas de Paraty. O projeto dependerá de aprovação da maioria da Câmara, mas o vereador Santos Coquinho já garantiu apoio à ideia, outra cobrança da população.

— Vou encaminhar a criação da agência municipal para que a gente tenha meio de avaliar o desempenho da concessionária, conta a conta — avisou Casé.

Siga-nos no Facebook

Esta matéria foi publicada antes na edição nº 193 do Tribuna Livre.

GOSTOU DESTE TEXTO?

Assine o jornal Tribuna Livre e receba em casa a nossa edição impressa. Clique aqui e saiba como.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *