Chuva forte prejudica o serviço de coleta de lixo em Angra dos Reis

A chuva forte que atinge a cidade de Angra dos Reis desde a última sexta-feira, 5, causou um verdadeiro lamaçal na estrada de acesso ao principal aterro sanitário da cidade, no Ariró. Por causa disso, segundo a prefeitura de Angra, a coleta de lixo em toda a cidade estará comprometida até pelo menos a próxima terça-feira, 9. O pedido do governo é para que os moradores retardem o descarte do lixo doméstico esta semana e armazenem os materiais dentro de casa. A coleta só deve ser normalizada a partir da quarta-feira, 10.

Para amenizar as críticas, o município também informou que as vias de acesso ao aterro sanitário do Ariró não podem ser asfaltadas por causa de questões legais, já que a área é considerada como de conservação ambiental. Os caminhões estão atolando antes mesmo de chegar ao destino final de descarte e acabam não retornando aos locais de recolhimento de lixo nas comunidades com a mesma velocidade. Os atrasos na coleta começaram no sábado, 6.

Nesta segunda-feira, 8, uma equipe do Serviço Público fará um trabalho de melhoria do acesso ao aterro com pedras, o que deverá amenizar a situação de lamaçal. Desde a manhã de domingo, 7, uma retroescavadeira e outros equipamentos estão no local (foto).

A situação de atraso na coleta pode estender-se também ao município de Paraty, já que parte do lixo doméstico coletado na Cidade Histórica também é descartado no aterro sanitário do Ariró. Até o momento, no entanto, a prefeitura paratiense não relatou nenhum problema com a coleta do lixo, cuja quantidade é quatro vezes menor que a de Angra dos Reis.

Siga-nos no Facebook

GOSTOU DESTE TEXTO?

Assine o jornal Tribuna Livre e receba em casa a nossa edição impressa. Clique aqui e saiba como.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *